Entrevista para o Blog "Teatro Fantasma" Por Marcelo Ariel"

Entrevista muito bacana feita por Marcelo Ariel com perguntas inspiradas em um herói, o genial poeta e antropólogo Gary Snyder, abaixo a entrevista copiada do blog:

*ENTREVISTA COM CAIO BOSCO:

Por Marcelo Ariel

Caio Bosco ,fundador da mitológica banda Radiola Santa Rosa e atualmente em carreira solo é um dos grandes músicos-poetas em atividade no Brasil, abaixo uma entrevista a la Gary Snider com ele, quem quiser conhecer melhor o trabalho do Caio é só clicar no link ao lado.

1-) a música pode transformar a consciência, em caso afirmativo como e por que?

Claro que a música transforma a consciência, se não ela não teria o poder da cura, não afetaria as nossas emoções de uma forma tão profunda. Eu mudo constantemente meu comportamento, minha postura e minha forma de tocar e uma das razões principais é a música, pelo que estou respirando musicalmente em um determinado momento e sei que ela transformará a minha consciência como tudo ao meu redor para sempre, isso para mim é um privilégio.

2-) de onde vem a inspiração?

De algo tão místico que não consigo explicar claramente, muitas vezes acho que não fui eu que compus algumas canções minhas que saíram como espirros de um resfriado de anos, ou não fui eu que conduzi algumas interpretações que na hora de cantar me levaram para as estrelas, mas sei que isso acontece por que meus olhos nem sempre estão abertos e ligados…A inspiração vem do ar, assim como o som.

3-) qual a relação entre a poesia e a música no seu trabalho?

Fazer poesia é fazer música com as palavras! Na música temos o ritmo, na poesia a métrica, quando embelezamos uma rima comum é como criar uma melodia rebuscada, quando faço uma poesia repentina, sei que é como uma semente de um improviso do Miles Davis ou a busca pelo lugar sagrado do Van Morrison, puro fluxo de consciência.

4-) O que é a Alma para você?

Uma bagagem que trago de lugares e tempos que não tenho capacidade de entender, apenas vivenciar. Se o espírito é o estado puro, a luz; a alma é a transformação de consciência que acontece de ato em ato, de vida em vida, trazendo algo que chamamos de personalidade. Por isso tenho alma de músico, talvez tenha vivido a música durante muitas vidas e ela tenha me transformado por tempos sem ter fim, mas mesmo assim o meu espírito continua calmo como o fundo de um maremoto.

5-)E a vida?

O fluxo de consciência materializado, a oportunidade como sopro divino.
6-) Fale um pouco sobre sua trajetória?

Sou um cara que vivo o Blues e ir fundo em qualquer das emoções é o convite para uma nova canção.

* Entrevista tirada do blog “Teatro Fantasma”:
http://www.teatrofantasma.blogspot.com/

Anúncios
Esse post foi publicado em My Road, Press. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s